terça-feira, 29 de novembro de 2011

Leitura para a vida toda

Não se sabe ao certo quem foi Patanjali, o responsável por organizar e apresentar de forma sintética os ensinamentos do yoga. Porém, sua contribuição para o conhecimento de como funciona a mente (e como lidar com esse funcionamento) é incalculável, já que esse conhecimento estava presente nos Vedas (textos antigos sagrados), porém sem uma organização sistemática. Patanjali talvez tenha vivido entre 5000 a.C. e 300 d.C. e deixou como legado seu "Yoga Sutras", o livro que é considerado o mais importante para o estudo do yoga. Não se trata de uma leitura fácil (muitos dizem inclusive que esses textos são para estudar ao longo de uma vida). Mas há livros do livro, ou seja, interpretações dos sutras por outros mestres que nos ajudam a decifrá-los. Vale o esforço!
Sugestões: "Os Sutras do Yoga de Patanjali", tradução e comentários por Sri Swami Satchidananda, Editora Del Rey LTDA; "Light on the Yoga Sutras of Patanjali", B. K. S. Iyengar, APH Publishing Corp. (para quem lê em inglês, claro!) e "O Coração do Yoga", T. K. V. Desikachar, editora Jaboticaba.
Patanjali, o pai do yoga

3 comentários: